Posts Recentes:

Smartphone robusto para o mercado B2B

A Samsung anunciou o lançamento do Galaxy XCover7...

Android Auto mostrará aplicativos que só funcionam quando estacionado

O Android Auto está introduzindo um novo recurso...

Microsoft Copilot ganha recurso de análise de documentos com IA

A Microsoft introduziu um novo recurso ao Copilot...

Meesho recorre a microempreendedores para preencher lacunas na rede da cadeia de abastecimento da Índia


meesho valmo

A Índia é uma das economias que mais cresce, mas o seu sistema de cadeia de abastecimento continua antiquado, funcionando de forma semelhante ao que funcionava há décadas. O setor logístico é altamente fragmentado, com uma maioria de pequenos operadores regionais sem escala e eficiência. Os camionistas regionais ainda dependem de corretores e do boca-a-boca para garantir a carga, enquanto a grave escassez de camiões nos centros industriais urbanos atrasa o transporte de mercadorias.

E isso é um problema para o setor de comércio eletrónico em rápida expansão da Índia — e para os intervenientes envolvidos. Meesho – apoiado pela Prosus Ventures, Fidelity, SoftBank e Peak XV – está tentando preencher as lacunas na cadeia de abastecimento do país.

A startup com sede em Bengaluru lançou na quarta-feira uma rede, chamada Valmo (abreviação de movimento de valor), que visa reunir plataformas logísticas, parceiros tecnológicos e pequenos empreendedores que operam centros de triagem para otimizar o processo de entrega.

A Meesho aposta nos microempreendedores porque eles têm um forte conhecimento das comunidades locais e têm capacidade latente para assumir trabalhos adicionais, disse a startup. A rede permite que os parceiros de entrega fiquem mais próximos dos usuários, reduzindo assim o tempo de cada entrega. Ele também oferece visibilidade total da jornada de um pacote, mantendo uma experiência equivalente para os clientes.

meesho valmo

Valmo fazendo incursões. Créditos da imagem: Meesho

“Valmo visa organizar pequenos players para desempenharem um papel no sistema maior de comércio eletrônico”, disse Sourabh Pandey, CXO de Fulfillment & Experience da Meesho, em entrevista. Os players menores representam apenas cerca de 20% das entregas do comércio eletrônico hoje. “Com o Valmo como rede, acreditamos que podemos levar essa participação para 45%”, disse ele.

A Meesho também está desafiando o modelo logístico tradicional, onde os operadores pegam caixas grandes e as enchem com volume para reduzir o custo geral.

“Acreditamos fortemente no oposto disso”, disse Pandey. “Acreditamos na criação de uma rede mais plug-and-play, que pode adicionar capacidade sob demanda e acreditamos que este será um modelo operacional de custo mais baixo. Mesmo que haja um grande volume de movimentação de uma cidade para vários destinos, nós os encaminhamos através de vários nós desagregados.”

Valmo é uma situação em que todos ganham para todos os participantes do ecossistema. Os microempreendedores conseguem encontrar mais trabalho, enquanto a rede gera mais demanda para os entregadores. Como o Meesho está tentando aproveitar a largura de banda que atualmente não está sendo utilizada em grande escala, ele é capaz de reduzir o custo de entrega – beneficiando tanto o comprador quanto o vendedor.

Pandey disse que a startup começou a testar o projeto no ano passado e o Valmo já está operacional em 20 estados da Índia, permitindo mais de 800.000 pedidos por dia. Atualmente, o Valmo está sendo usado apenas pelos vendedores para processar pedidos do Meesho, disse ele.

Meesho não vê a Valmo como uma forma de eliminar a dependência dos seus actuais intervenientes logísticos – Delhivery, Shadowfax, XpressBees, Ecom Express – e espera que muitos deles, se não todos, participem na nova rede, disse Pandey.

Últimas

Smartphone robusto para o mercado B2B

A Samsung anunciou o lançamento do Galaxy XCover7...

Android Auto mostrará aplicativos que só funcionam quando estacionado

O Android Auto está introduzindo um novo recurso...

Microsoft Copilot ganha recurso de análise de documentos com IA

A Microsoft introduziu um novo recurso ao Copilot...

8 problemas comuns do Robots.txt e como corrigi-los

Robots.txt é uma ferramenta útil e poderosa para...

Assine

spot_img

Veja Também

Smartphone robusto para o mercado B2B

A Samsung anunciou o lançamento do Galaxy XCover7...

Android Auto mostrará aplicativos que só funcionam quando estacionado

O Android Auto está introduzindo um novo recurso...

Microsoft Copilot ganha recurso de análise de documentos com IA

A Microsoft introduziu um novo recurso ao Copilot...

8 problemas comuns do Robots.txt e como corrigi-los

Robots.txt é uma ferramenta útil e poderosa para...

Novos desenvolvimentos em PPC: especialistas avaliam

Este é um trecho do e-book PPC Trends...
spot_img

Smartphone robusto para o mercado B2B

A Samsung anunciou o lançamento do Galaxy XCover7 no Brasil, um smartphone robusto projetado especificamente para o mercado B2B.O dispositivo oferece durabilidade,...

Android Auto mostrará aplicativos que só funcionam quando estacionado

O Android Auto está introduzindo um novo recurso para melhorar a segurança ao volante.Na última versão do sistema, os aplicativos que só podem...

Microsoft Copilot ganha recurso de análise de documentos com IA

A Microsoft introduziu um novo recurso ao Copilot que permite que a IA leia e analise documentos longos e complexos.Essa atualização expande...