Posts Recentes:

SoftBank adquire fabricante de chips de IA do Reino Unido Graphcore

Empresa de chips do Reino Unido Gráficooré foi...

Pesquisadores do Google alertam que a IA está destruindo a internet

Um estudo feito por pesquisadores do Google aponta...

Otimizando para pesquisa por voz: técnicas para maior visibilidade


‍Com a ajuda de comandos de voz, obtemos rapidamente uma resposta a uma pergunta, construímos rotas, encontramos mercadorias ou pedimos um táxi. É especialmente relevante para pessoas que preferem usar um smartphone em vez de um computador desktop. Cada ecossistema digital significativo integrou serviços de assistência, permitindo aos clientes usar consultas de voz.

Otimizando para pesquisa por voz

‍Vamos falar sobre como a otimização da pesquisa por voz muda o processo de otimização de páginas da web e como se preparar para a popularização das consultas por voz para não perder posições nos resultados da pesquisa.

Por que as consultas por voz são tão populares?

‍As pessoas formulam perguntas com mais precisão oralmente do que por escrito. O texto acaba sendo detalhado, para que os mecanismos de busca produzam melhores resultados. É mais fácil para as pessoas se comunicarem usando palavras em vez de expressar pensamentos na forma de texto. Portanto, os pedidos verbais são mais naturais.

‍A entrada de voz não está disponível apenas nas proximidades do dispositivo. Você pode obter rapidamente as informações necessárias, mesmo enquanto dirige ou quando está com as mãos ocupadas. Se um usuário está com pressa para fazer algumas tarefas, é mais conveniente dizer algumas frases com a voz do que parar e digitar um texto.

‍Esta opção é conveniente para pessoas com problemas de visão. Não há necessidade de configurar um teclado enorme em seus dispositivos: os assistentes de voz responderão a qualquer solicitação verbal. Isto facilita enormemente a integração com o mundo global para pessoas com deficiência.

Para quais empresas é relevante?

‍A peculiaridade da pesquisa por voz é que muitas vezes as pessoas perguntam onde encontrar algum serviço perto delas. Há uma peculiaridade: para solicitações como “mercearia perto de mim”, os aparelhos exibirão apenas as lojas mais próximas do usuário. Mesmo que haja um supermercado um pouco mais longe com preços baixos, uma grande variedade e uma localização conveniente.

‍Portanto, em primeiro lugar, a promoção em SEO de pesquisa por voz é útil para empresas locais onde a conexão de localização é essencial. Por exemplo:

  • Lojas e serviços offline. Um assistente de voz irá agilizar o processo de busca caso uma pessoa precise comprar com urgência um produto específico ou obter um serviço. Os usuários não precisam acessar o site, pois precisam de informações sobre dados de contato e endereços;
  • Cafés e restaurantes. Especialmente em áreas turísticas. Se a pessoa necessita urgentemente de um lanche, a escolha recairá sobre o estabelecimento mais próximo;
  • Serviço de entrega. A velocidade também é importante aqui. As pessoas precisam de tudo de uma vez, por isso procuram a empresa mais próxima que entrega rapidamente comida de restaurante, mantimentos, pacotes, etc.;
  • Táxi. Para chamar um táxi, você só precisa de informações de contato. Portanto, chegar à primeira página dos resultados da pesquisa é benéfico depois que o usuário faz uma entrada de voz.

‍A pesquisa por voz também é útil para lojas online. Os assistentes de voz podem adicionar itens aos carrinhos, verificar compras e recomendar outros produtos aos clientes com base em seu histórico de compras (como Alexa da Amazon). Velocidade e personalização conquistam usuários que economizam tempo. Os portais de informação também beneficiarão desta otimização. O ditado facilita a localização rápida de notícias, dados diversos e respostas a perguntas. A otimização de voz de blogs, mídia e outros recursos da web também beneficia as empresas.

É necessária otimização separada?

‍Porque as pessoas pesquisam de forma diferente por voz e texto. O texto forçou as pessoas a mudarem seus hábitos e estrutura das frases ao pesquisar na Internet. E a pesquisa por voz retorna os usuários a uma fala mais natural. Os especialistas em SEO também devem se adaptar às “novas e velhas” regras.

Como otimizar para pesquisa por voz: 11 dicas

‍Abaixo estão as técnicas sugeridas por profissionais de marketing e especialistas em SEO em todo o mundo. Este SEO de voz o ajudará a começar a otimizar seu site e aplicativo para as novas realidades de pesquisa, passo a passo.

1. Preste atenção à geolocalização

‍Os especialistas em SEO do Ai Media Group recomendam focar principalmente em consultas vinculadas à geolocalização do usuário. Uma alta porcentagem de solicitações é “Que horas são [the establishment] aberto até?” “Onde posso pedir cerveja e um hambúrguer?” e assim por diante.

Otimizando para pesquisa por voz

‍Portanto, sites e aplicativos (como qualquer outra manifestação de negócios na Internet) precisam ser adaptados às solicitações de voz. Os webmasters recomendam pelo menos adicionar informações ao perfil do seu negócio no Google Maps para que os dados da sua empresa sejam exibidos nos snippets do mecanismo de busca.

‍Depois disso, você pode repensar o conteúdo existente para que responda às consultas de geolocalização ou adicionar novo conteúdo que resolva os mesmos problemas. Mencionar as cidades onde os serviços são prestados é adequado para esse fim. Também vale contar quanto tempo você trabalha, se há pausas, etc.

2. Use palavras-chave longas

‍Hoje em dia, nos círculos de SEO, é comum usar palavras e frases relativamente curtas para as quais o conteúdo é otimizado. Expressões mais longas são deixadas como opção e raramente são usadas. Os redatores que preparam artigos para o recurso concentram-se no uso frequente de chaves que não sejam muito longas. Essa abordagem é válida para consultas de pesquisa clássicas porque as pessoas não gostam de digitar muito e suas consultas de pesquisa ficaram mais curtas. Os usuários não têm tempo para anotar todos os seus pensamentos e desejos.

‍A pesquisa por voz facilita a digitação das consultas, mas as pessoas voltaram a fornecer mais detalhes, informando ao mecanismo de busca o que desejam encontrar. Portanto, os especialistas em SEO precisam novamente repensar os termos de referência e não jogar chaves de “cauda longa” em segundo plano.

3. Escreva de forma simples e clara

‍As pessoas se adaptaram aos motores de busca e os motores de busca se adaptaram às pessoas. A Internet nos ensinou a formular consultas mais simples, e questões familiares à fala humana, como “Configurar o Webpack para funcionar com React e TailwindCSS”, tornaram-se “Webpack React TailwindCSS”.

‍Essa abordagem tornou-se natural para o método tradicional (ou seja, por meio do teclado) de comunicação com os mecanismos de pesquisa, mas essa estrutura de fala é estranha à voz. Ao nos comunicarmos com o Google Assistant, usamos estruturas orgânicas, assim como quando nos comunicamos com uma pessoa viva.

‍Isso leva a outro requisito para otimizar sites para pesquisa por voz – introduzir não apenas palavras-chave longas, mas frases compreensíveis, em vez de chaves encurtadas e ilógicas adotadas em um pacto tácito entre mecanismos de pesquisa, usuários e redatores.

4. Aborde a estrutura da página de perguntas frequentes

‍O item FAQ segue convenientemente o anterior porque é uma dica direta sobre por onde começar a otimizar o conteúdo do site para consultas de pesquisa por voz de SEO.

Otimizando para pesquisa por voz

‍Se você olhar a seção de perguntas frequentes em qualquer site, em quase todos os lugares, verá uma estrutura que lembra um diálogo humano. Ao criar tal página, fazemos uma pergunta em nome do usuário e a respondemos imediatamente. É muito provável que o próprio usuário faça perguntas da mesma forma e sem a sua ajuda, utilizando assistentes de voz e uma interface especial em navegadores para controle de voz. Se você ainda não tem uma seção de perguntas frequentes, é hora de criar uma e preenchê-la com perguntas e respostas fáceis para meros mortais entenderem.

5. Prepare respostas para as perguntas “Quem?”, “O quê?”, “Como?” e onde?”

‍Os usuários geralmente iniciam as consultas de voz com advérbios pronominais. Funciona tanto na busca de informações gerais quanto na busca de lugares, empresas e eventos.

‍De sua parte, você precisa prever quais perguntas com advérbios pronominais no início de uma frase podem levar o usuário ao seu recurso e otimizar o conteúdo para eles com antecedência. “Onde” você pode comprar seu produto, “Como” ele funciona, “Quem” o fabrica e “O que” você pode fazer com ele.

‍O ideal é que você prepare respostas para todas as perguntas mais populares sobre sua marca, divididas em quatro tipos, de uma só vez.

6. Destaque questões prioritárias

‍A tendência de otimização para pesquisa por voz só vai crescer (e a concorrência junto com ela), então você precisa se tornar um especialista em SEO proativo que antecipa os hábitos e o estilo de comunicação dos clientes com o mecanismo de pesquisa.

‍Não será possível preencher todas as lacunas de um projeto de SEO de uma só vez, então primeiro você precisa encontrar as principais chaves que trazem mais tráfego. A estratégia aqui é a mesma da pesquisa tradicional – você precisa descobrir quais consultas de voz trarão as pessoas ao seu site com mais frequência.

‍Não há necessidade de transformar todo o conteúdo de uma vez e adaptá-lo ao novo paradigma de pesquisa. Concentre-se nas coisas importantes porque as consultas que funcionam agora não funcionarão necessariamente para pesquisa por voz, mesmo que você as coloque na página de uma forma expandida que pareça mais com a fala humana.

7. Não sobrecarregue o site com informações

‍Este ponto é importante por dois motivos:

  • Os usuários não gostam de muita informação. Para chamar a atenção de uma pessoa, é preciso distribuir corretamente todo o texto da página, usar fontes grandes e transmitir as ideias principais sem entrar em detalhes (a menos que seja um manual ou documentação, claro).
  • Existe a possibilidade de percepção incorreta de frases longas como chaves em consultas de voz. Para evitar overspam (voz) e chaves erradas, você deve ficar mais atento às dúvidas nas páginas do site.

‍Professamos o minimalismo e extraímos o que há de mais importante em qualquer texto. Tentamos delinear brevemente esse ponto importante. Deixamos informações muito detalhadas para páginas separadas com documentação estendida, instruções, etc.

8. Comunique pensamentos com mais facilidade

‍Precisamos atacar em duas direções:

‍No caso do primeiro, voltamos ao desejo geral de simplicidade. Os dispositivos móveis e a Internet moderna revolucionaram o consumo de informação e ensinaram as pessoas a ler textos grandes. As pessoas precisam digerir dados curtos e tirar conclusões rapidamente com base neles.

‍Neste último, a imperfeição dos assistentes de voz interfere. Mesmo que você adapte o conteúdo do seu site para consultas longas e otimize para pesquisa por voz, o computador não se adaptará a elas. Alguns usuários usam a pesquisa por voz por meio de assistentes de voz no espírito do Siri e, às vezes, cometem erros, reconhecem a fala incorretamente e se perdem em perguntas muito longas.

‍Portanto, é melhor não exagerar nos detalhes nas teclas, deixando tudo dentro dos limites do bom senso. Evite chaves redundantes como “como preparar lasanha de acordo com uma receita italiana, usando os ingredientes: pimenta, carne picada” e concentre-se apenas no mais simples e previsível “como cozinhar lasanha em italiano”.

9. Lembre-se de expressões idiomáticas, eufemismos e gírias

‍Se você sabe que seus clientes têm um nome especial para certas coisas, é importante considerar isso. A sociedade adora usar eufemismos, especialmente quando se discute produtos de higiene pessoal ou outros produtos íntimos.

‍Os usuários podem usar expressões fixas ao formar consultas de pesquisa por voz, usar palavras em sentido figurado ou alterar a ordem das palavras para uma ordem mais natural para fala em vez de para escrita.

10. Pense novamente sobre nomes de marcas e produtos

‍Dada a expansão das classificações de pesquisa por voz e o aumento constante de sua popularidade, um nome estranho pode se tornar um problema para as empresas. Quanto mais fácil for pronunciar e ler, melhor.

‍O nome de uma empresa, produto ou serviço não deve levar o usuário ao estupor. A ideia da pesquisa por voz é não perder tempo pensando, e um nome pouco claro certamente fará você parar.

11. Não se esqueça da opção de pesquisa tradicional

‍É preciso considerar tendências, mas ao persegui-las não devemos esquecer que a maioria das consultas de pesquisa ainda são feitas em texto, e reescrever completamente o conteúdo do site para se adaptar às consultas de voz já é um exagero. Tome medidas gradualmente, passo a passo, para otimizar sites para a nova geração de consultas-chave, mas não desista de práticas de SEO familiares e já funcionais.

Conclusão

‍A pesquisa por voz é uma tecnologia que está mudando nosso mundo agora. Sua popularidade continuará a ganhar impulso no futuro próximo. O SEO tradicional ainda não vai desaparecer, mas você deve estar preparado para pesquisas sem SERPs, o surgimento de conteúdo simples legível por IA e muito mais. Use as dicas de pesquisa por voz deste artigo para preparar seus recursos para o futuro.

Construir meus backlinks

Últimas

Câmeras Waymo capturam imagens de pessoa acusada de supostos cortes de pneus de robotaxi

Um morador de Castro Valley foi acusado na...

SoftBank adquire fabricante de chips de IA do Reino Unido Graphcore

Empresa de chips do Reino Unido Gráficooré foi...

Pesquisadores do Google alertam que a IA está destruindo a internet

Um estudo feito por pesquisadores do Google aponta...

César Lattes, físico e professor brasileiro, é homenageado no Google

Hoje, o Google celebra com um Doodle animado...

Assine

spot_img

Veja Também

Câmeras Waymo capturam imagens de pessoa acusada de supostos cortes de pneus de robotaxi

Um morador de Castro Valley foi acusado na...

SoftBank adquire fabricante de chips de IA do Reino Unido Graphcore

Empresa de chips do Reino Unido Gráficooré foi...

Pesquisadores do Google alertam que a IA está destruindo a internet

Um estudo feito por pesquisadores do Google aponta...

César Lattes, físico e professor brasileiro, é homenageado no Google

Hoje, o Google celebra com um Doodle animado...

O WhatsApp agora permite que empresas enviem códigos de autenticação para usuários na Índia

O WhatsApp agora permite que empresas enviem códigos...
spot_img

Câmeras Waymo capturam imagens de pessoa acusada de supostos cortes de pneus de robotaxi

Um morador de Castro Valley foi acusado na quinta-feira por supostamente cortar os pneus de 17 robotaxis Waymo em São Francisco entre 24...

SoftBank adquire fabricante de chips de IA do Reino Unido Graphcore

Empresa de chips do Reino Unido Gráficooré foi formalmente adquirida pelo SoftBank do Japão.Rumores do acordo abundam há algum tempomas negociações prolongadas e...

Pesquisadores do Google alertam que a IA está destruindo a internet

Um estudo feito por pesquisadores do Google aponta que a IA generativa, a mesma que a gigante de Mountain View está super incentivando,...