Posts Recentes:

Google Maps agora permite filtrar rotas de transporte público e votar em listas


O Google Maps está trazendo atualizações para ajudar os usuários durante a temporada de férias. Agora, é possível criar listas compartilhadas e votar em lugares, além de contar com filtros para direções de transporte público.

Ao buscar rotas de transporte público, o Google Maps oferece a opção de filtrar os resultados de acordo com preferências específicas, como Melhor rota, Menos trocas, Menos caminhada, Acessibilidade para cadeiras de rodas e Menor custo.

Essa funcionalidade permite que os usuários personalizem sua experiência de acordo com suas necessidades individuais.

Além disso, o Google Maps aprimorou a indicação de entrada e saída de estações de transporte público, fornecendo informações detalhadas, como o lado da rua e uma rota clara para chegar ao destino desejado.

Essa melhoria estará disponível em mais de 80 cidades ao redor do mundo, incluindo Berlim, Boston, Londres, Madri, Nova York, Paris, Singapura, Sydney, Tóquio e Toronto.

Outra novidade é a introdução de listas colaborativas no Google Maps, que permitem que os usuários compartilhem suas recomendações com outras pessoas através de um link.

É possível adicionar lugares e notas, além de receber atualizações quando novos locais forem adicionados.

Para tornar a escolha mais divertida, o Google Maps oferece cinco emojis diferentes para votar nos destinos: coração, rosto sorridente, fogo, dinheiro com asas (indicando preço mais elevado) e polegar para baixo.

Esses recursos inovadores do Google Maps serão lançados gradualmente para usuários de dispositivos Android e iOS nas próximas semanas.

Últimas

Assine

spot_img

Veja Também

spot_img

Paul Graham afirma que Sam Altman não foi demitido da Y Combinator

Em um série de postagens no X na quinta-feira, Paul Graham, cofundador da aceleradora de startups Y Combinator, rejeitou as alegações de que...

A desinformação funciona, e um punhado de “supercompartilhadores” sociais enviou 80% dela em 2020

Dois estudos publicados quinta-feira na revista Science oferecem evidências não apenas de que a desinformação nas redes sociais muda as mentes, mas que...