Posts Recentes:

Especialistas advertem que a Internet pode sair do ar em 2024


Especialistas estão emitindo um alerta preocupante: tempestades solares poderiam causar um colapso na internet a partir de 2024.

Essas tempestades, caracterizadas pela intensa atividade solar, representam um risco significativo para a infraestrutura global de informação.

O professor de física e astronomia da Universidade George Mason, Peter Becker, ressaltou que a internet não foi projetada para suportar interferências tão intensas nas comunicações.

Ele afirmou: “A Internet simplesmente não foi concebida para mourejar com leste nível de interferência nas comunicações e, consequentemente, é considerada um tipo de infraestrutura muito ‘suave’”.

Em decorrência disso, Becker alerta que entre 2024 e 2028, um evento solar extremo poderia levar a um desligamento completo da internet por semanas ou até mesmo meses.

Os riscos associados a um apagão da internet são alarmantes. Além da frustração de não acessar nossos navegadores e aplicativos favoritos, as repercussões globais seriam severas. A economia mundial poderia entrar em recessão, com impactos significativos em vários setores.

É forçoso que governos, empresas e especialistas em tecnologia tomem medidas urgentes para fortalecer a infraestrutura da internet e desenvolver sistemas de alerta precoce capazes de mitigar os efeitos das tempestades solares.

À medida que nos aproximamos de 2024, é fundamental que a conscientização sobre esse risco cresça. Investimentos em pesquisa, tecnologia e planejamento estratégico são necessários para minimizar os danos potenciais de um evento solar extremo.

A proteção da infraestrutura da internet é uma prioridade global, e ações devem ser tomadas para prometer a resiliência e a perenidade dos serviços de informação em face das tempestades solares.

Últimas

Assine

spot_img

Veja Também

spot_img

Paul Graham afirma que Sam Altman não foi demitido da Y Combinator

Em um série de postagens no X na quinta-feira, Paul Graham, cofundador da aceleradora de startups Y Combinator, rejeitou as alegações de que...

A desinformação funciona, e um punhado de “supercompartilhadores” sociais enviou 80% dela em 2020

Dois estudos publicados quinta-feira na revista Science oferecem evidências não apenas de que a desinformação nas redes sociais muda as mentes, mas que...