Posts Recentes:

Navigating The SEO Career Landscape: Degrees, Myths, And Realities

In the dynamic realm of search engine optimization...

O que é inventário de anúncios e por que é importante?

Temos escrito muito sobre o inventário de anúncios...

Google anuncia acordo para mostrar mais conteúdo do Reddit

O Google anunciou um acordo com o Reddit...

D-Orbit levanta US$ 110 milhões para alcançar novos patamares em serviços de logística espacial


A logística tornou-se a pedra angular de como tantas coisas funcionam na Terra – podemos encomendar coisas online, mas, em última análise, precisamos de levar os produtos e a nós próprios de A a B – e alguns acreditam que os modelos logísticos serão ainda mais importantes nos domínios remotos do espaço. . Agora, uma startup conseguiu uma grande rodada de financiamento para aproveitar essa oportunidade. Órbita Duma startup italiana que fornece uma série de serviços logísticos para empresas que operam satélites e outros serviços no espaço, arrecadou 100 milhões de euros (110 milhões de dólares) numa ronda de financiamento de capital da Série C.

A empresa sediada em Milão disse que outros US$ 50 milhões serão adicionados à Série C no primeiro semestre deste ano. O investimento atual é liderado por um financiador estratégico, a Marubeni Corporation, do setor industrial do Japão, com a Avantgarde (um investidor regular na indústria espacial), CDP Venture Capital, Seraphim Space Investment Trust, United Ventures, Indaco Venture Partners, Neva SGR e Primo Empreendimentos também participam. Entendemos que a avaliação da empresa está em torno de US$ 500 milhões com esta rodada.

Este investimento é atualmente um dos maiores levantados por uma empresa de tecnologia espacial na Europa e surge logo após a empresa ter assegurado, no ano passado, cerca de 60 milhões de euros em contratos com agências espaciais (um segmento-chave de clientes, responsável por cerca de metade do seu negócios em geral hoje) e crescimento de receita de três dígitos (mas sem divulgação dos números da receita).

Essa também é uma reviravolta útil para a D-Orbit, que também está registrada como B Corp, depois de ter abandonado no ano passado os planos de uma listagem pública na Nasdaq em meio a um terrível mercado de IPO. (Esse cancelamento deixou alguma dívida, cerca de US$ 20 milhões, na tabela de capitalização da D-Orbit, proveniente de um título que levantou para a listagem. O restante do dinheiro que arrecadou foi em ações, disse o CEO Luca Rossettini.)

A D-Orbit fornece hoje entrega de satélites de última milha e serviços de logística relacionados, controle de missão como serviço para gerenciar espaçonaves e hardware já lançados e serviços de gerenciamento de resíduos espaciais, todos voltados para lançamentos que orbitam a Terra. Seu trabalho é uma mistura de desenvolvimento de software e hardware.

IMG 4886

Créditos da imagem: Órbita D (abre em uma nova janela) sob licença.

Seu plano, disse Rossettini, cofundador da D-Orbit com o COO Renato Panesi, é continuar a expandir-se em todas essas áreas e ir ainda mais longe.

“Nosso objetivo final, a visão de longo prazo, é conectar Marte, o cinturão de asteroides, a Lua e a Terra através de uma rede logística capaz de transportar mercadorias, pessoas e informações, mesmo que, por enquanto, ainda estejamos por aqui, ”, disse ele em entrevista.

“Ainda por aqui” significa irônico, uma vez que o que a D-Orbit já está fazendo é bastante substancial. Aproveitando projetos espaciais governamentais e também o setor espacial comercial em rápido crescimento, a empresa disse que já implantou 100 satélites em 13 missões e 42 cargas hospedadas.

Tal como as empresas de logística na própria Terra, o seu ponto de venda é que, para as empresas que operam diferentes serviços – sejam elas comunicações, análise meteorológica, monitorização industrial ou qualquer outra coisa – as suas principais competências estão na prestação dos seus serviços, não na obtenção de um satélite ou de um satélite. sensor em um satélite até o espaço e gerenciá-lo quando estiver lá. A D-Orbit afirma que seu modelo operacional e de entrega ampliado (agrupando vários clientes e compras em massa em torno de lançamentos e outros serviços) economiza 40% em custos e 85% em tempo.

A D-Orbit está competindo com um campo pequeno, mas igualmente ambicioso. Outros na área de serviços espaciais incluem Laboratórios Planetas, Corsário, Zenno Astronáutica, Astroescalae um variedade de outros Apenas começando.

A favor da D-Orbit, ambos os fundadores são engenheiros treinados com experiência em propulsão espacial, dinâmica de voo e aerodinâmica; e os seus interesses e a consciência das possibilidades, bem como das limitações, estão aqui a casar-se com algumas tendências de mercado maiores.

Hardware melhorado, mais operadores comerciais como a SpaceX a realizar lançamentos regulares de naves espaciais e a profusão de novos serviços baseados na nuvem estão a levar a um aumento da quantidade de serviços construídos em torno de arquitecturas de comunicações situadas nos céus.

Esse potencial – a D-Orbit cita projeções de US$ 1 trilhão em receitas até 2030 para a “economia em órbita” – também traz muitas armadilhas possíveis, é claro: equipamentos caros, economia unitária complicada, muitas oportunidades para equipamentos ou lançamentos para falhar. Isso mudará a forma como estas empresas podem operar e obter financiamento no futuro: recentemente, a Planet anunciou demissões de 10% para se concentrar em oportunidades de ROI mais imediatas.

Para a D-Orbit, uma das principais oportunidades de ROI identificadas é duplicar a ideia de trazer a economia circular para a tecnologia espacial.

A necessidade aqui é dupla. Uma delas é a responsabilidade geral que deveríamos ter de não simplesmente preencher o espaço com tantos resíduos como o nosso planeta. A segunda é uma necessidade comercial e de segurança mais directa: já há tanta confusão nos céus que corremos o risco de algumas colisões graves — acidentes dispendiosos e perigosos — que podem ser evitados através da limpeza, da remoção de objectos que já não são em uso.

Hoje, a empresa já oferece algumas maneiras de desativar satélites, seja ajudando-os a se desintegrarem na atmosfera (no caso de satélites em órbita terrestre baixa); ou movendo satélites no fim de sua vida para sair do caminho de outras naves ativas, movendo-os para uma “órbita cemitério” 300 quilômetros mais longe, disse Rossettini. O plano é construir outras duas áreas. Primeiro, um negócio onde a D-Orbit conecta geradores menores a satélites existentes que estão ficando sem energia, mas ainda têm vida útil, para ampliar seu uso. Em segundo lugar, uma ideia mais ambiciosa de uma forma de descarregar satélites para um único local onde possam ser desmontados e as peças reutilizadas em hardware futuro, tudo isto em órbita.

Rossettini disse que este último está atualmente em desenvolvimento.

“O setor aeroespacial é um mercado estratégico no qual a inovação italiana desempenha um papel fundamental no cenário internacional”, disse Agostino Scornajenchi, CEO e GM da CDP Venture Capital, em comunicado. “A D-Orbit representa uma excelência que nestes anos se posicionou como líder de categoria no segmento de transporte em órbita globalmente, tornando-se a primeira empresa espacial certificada B-Corp no mundo.”

Últimas

Navigating The SEO Career Landscape: Degrees, Myths, And Realities

In the dynamic realm of search engine optimization...

O que é inventário de anúncios e por que é importante?

Temos escrito muito sobre o inventário de anúncios...

Google anuncia acordo para mostrar mais conteúdo do Reddit

O Google anunciou um acordo com o Reddit...

10web da Armênia traz construção de sites de IA para WordPress

A IA generativa fez um trabalho impressionante ao...

Assine

spot_img

Veja Também

Navigating The SEO Career Landscape: Degrees, Myths, And Realities

In the dynamic realm of search engine optimization...

O que é inventário de anúncios e por que é importante?

Temos escrito muito sobre o inventário de anúncios...

Google anuncia acordo para mostrar mais conteúdo do Reddit

O Google anunciou um acordo com o Reddit...

10web da Armênia traz construção de sites de IA para WordPress

A IA generativa fez um trabalho impressionante ao...

Locker organiza seus links de compras em listas de desejos virtuais e colagens

Depois de anos copiando e colando links de...
spot_img

Navigating The SEO Career Landscape: Degrees, Myths, And Realities

In the dynamic realm of search engine optimization (SEO), my career spans nearly two decades, starting in 2004 when I started working for...

O que é inventário de anúncios e por que é importante?

Temos escrito muito sobre o inventário de anúncios ao longo dos anos neste blog, mas você já pensou por que esse termo publicitário...

Google anuncia acordo para mostrar mais conteúdo do Reddit

O Google anunciou um acordo com o Reddit para obter acesso em tempo real a todo o seu conteúdo, para que o Google...